Cris SNJ – Preta Feminina

Cris SNJ – Preta Feminina
Release

CRIS SNJ – PRETA FEMININA - Começou no Hip Hop com SNJ, grupo militante da cultura Hip Hop, com o grupo ganhou prêmios, viajou o Brasil, participou de diversos projetos e shows com parceiros como: Thaide, Xis, Rapadura, Edy Rock. Com SNJ já lançou quatro álbuns e foi premiada no Hutúz. Fez shows com artistas e grupos como RZO, De Menos Crime, Z’África Brasil e Posse Mente Zulu. Em 1998, veio o primeiro single do grupo chamado “SNJ – A Sigla”. Em 2001, foi lançado o primeiro álbum: Se tu Lutas, tu Conquistas, no mesmo ano, a banda foi indicada ao MTV Video Music Brasil na categoria “Melhor videoclipe de rap” com “Viajando na Balada”, ainda em 2001, venceu a categoria “Melhor Artista Solo ou Banda” do Prêmio Hutúz. Em 2003, veio o segundo trabalho oficial do SNJ, o álbum O Show Deve Continuar, o qual alcançou uma boa crítica, e teve como destaque a faixa título e Pensamentos. Em 2004, o grupo concorreu em quatro categorias do Hutúz. W-Jay venceu na categoria “Melhor DJ” e “O Show Deve Continuar”, foi escolhida como “Música do Ano”. No ano seguinte, o terceiro disco veio a ser lançado, intitulado SNJ – DVD e CD Ao Vivo. Como o próprio nome diz, foi gravado ao vivo em um show do mesmo ano. Em 2007, veio o quarto trabalho: A Esperança é o Alimento da Alma, o qual contou com participações de CPM 22 e Edi Rock. Participou do projeto “Mulheres Negras” no dia 19/11/2013 com banda, e depois do projeto “Divas do Hip Hop” em vários espaços culturais, inclusive no no Show Livre em 2014, além de trabalhar em sua carreira solo.